O que é o Mercado de Derivados Financeiros

Mercado de Derivados FinanceirosSaiba o que é o mercado de derivados financeiros. Conheça melhor sobre este mercado financeiro e as caraterísticas dos derivados financeiros.

Dentro do mundo financeiro encontramos diversos instrumentos de investimento que denominamos por derivados. Define-se como derivado financeiro ou instrumento derivado todos aqueles produtos financeiros cujo valor se baseia no preço de outro ativo. Isto é, os derivados financeiros são instrumentos cujo preço ou valor não é determinado de forma direta, sem que dependam de outro ativo, pelo qual denominamos por ativo subjacente. Este ativo subjacente pode ser uma ação, um índice de ações, uma matéria prima, ou qualquer outro tipo de ativo financeiro como são as divisas, as obrigações e as taxas de juro.

Guia Mercado de Derivados Financeiros

A função principal deste mercado de derivados é de brindar os instrumentos financeiros de investimento e cobertura que possibilitem a gestão de riscos adequada. Dentro dos ativos subjacentes mais populares encontrarmos as ações das bolsas de valores, as divisas, os índices de ações, os valores de renda fixa, as matérias primas, e as taxas de juro.

Principais caraterísticas dos derivados financeiros

Os derivados financeiros contam com as seguintes caraterísticas gerais, que você deve saber e prestar muita atenção:

  • Os derivados financeiros requerem um investimento inicial muito pequeno em comparação com outros tipos de contratos que apresentam uma resposta similar diante das alterações nas condições gerais do mercado. Este fenómeno permite que o investidor tenha maiores ganhos, assim como perdas mais elevadas se a operação não ocorrer como queira.
  • O valor dos derivados muda em resposta às mudanças na cotação do ativo subjacente. Atualmente existem derivados sobre todo o tipo de ativos, como divisas, commodities, ações, índices de ações, metais preciosos, etc.
  • Os derivados podem ser negociados tanto em mercados organizados, como as bolsas de valores ou em mercado não organizados, também denominados por OTC.
  • Como todo o contrato, os derivados são liquidados numa data futura.

Classe de Derivados Financeiros

Podemos classificar os derivados financeiros com base em diferentes parâmetros. Os mais comuns são os seguintes:

  1. Derivados de acordo com o tipo de contrato (Opções Binárias, Forwards, CFDs, SWAPs)
  2. Derivados segundo o lugar onde se compram e negoceiam
  3. Derivados segundo a finalidade

Entre os vários derivados financeiros existentes encontram-se as opções binárias, como já classificamos anteriormente devido ao contrato associado. As opções constituem na prática um contrato pelo qual temos a opção, de comprar ou vender um determinado ativo subjacente numa determinada altura, a um preço já estabelecido. Assim, temos opções de compra, e opções de venda denominadas por call e put.

O valor da cotação da opção é denominado por prémio da opção. Este prémio é o preço da opção a que se divide componentes que influenciam o preço da mesma, e se devem ter em conta, por exemplo, o prazo de fecho da opção, o preço de execução, o preço do ativo subjacente, a volatilidade do mercado, as taxas de juros e inclusive os dividendos.

A forma em que cada um deste parâmetros afeta o prémio da opção é variável e depende também, de forma principal, do tipo de opção com que estamos a trabalhar.

Artigo classificado como:

  • mercado de derivados
  • Tipos de derivativos financeiros