Investir em ETF na Bolsa de Valores

Fundo de Investimento ETFConheça diversos conselhos para começar a investir o seu dinheiro ou poupanças a negociar EFTs na bolsa de valores. Descubra como negociar.

Investir num produto financeiro é algo que não deve começar de uma forma simples, sem avaliar todas as opções disponíveis. É possível que já tenha investido em ações na bolsa ou participado num fundo de investimento. Mas, pode não saber que existe um produto intermédio entre os chamados fundos de investimento e os ETF (Exchange Traded Funds). Os ETF são fundos de investimento que reproduzem o comportamento de um índice em concreto. Saber como funciona e quais as suas caraterísticas destes produtos financeiros é mais do que simples.

Investir em índices na bolsa

Como já sabe, os índices são compostos por uma série de títulos ou empresas que estão cotadas em bolsa, e para o cálculo são usadas as suas cotações diárias, ponderadas por importância. Como dissemos, os ETF o que fazem é replicar esta evolução, mediante o investimento de uma percentagem das participações a que corresponde a ponderação de um valor no índice. Isto, que a priori pode ser complicado de entender, pode ser visto mediante um exemplo simples.

Imaginemos que um índice está composto por três títulos A, B e C. Para calcular a evolução do índice a ponderação do título A é de dois, enquanto que as ponderações dos valores B e C é de um cada um deles, o que é o mesmo, daí o título A é o dobro da importância dos títulos B e C. Neste caso, o fundo de investimento cotado investirá 50% das participações no título A, e 25% em cada um dos títulos B e C, isto é, o dobro das participações em A que em B e C. Desta maneira será replicado a evolução do índice num fundo de investimento.

Na realidade, os índices não são compostos apenas por três títulos, mas sim de muito mais. A bolsa de valores de Espanha, o IBEX-35 é composto por 35 títulos ou ações. Daí, as ponderações não podiam ser mais complexas, pelo que embora estes fundos de investimento sigam um índice, não têm que ter um cálculo igual ao do índice, mas sim aproximado.

Quais são as caraterísticas dos ETF?

Os ETF são um dos produtos financeiros que estão a crescer em vários países. Têm uma série de caraterísticas que os tornam mais atrativos que outros produtos financeiros, e por isso, que outros fundos de investimento:

  • É fácil de calcular – Apenas ao olhar para a evolução do índice durante um dia, é possível determinar e saber qual é a evolução do fundo de investimento. Não acontece o mesmo com o resto dos fundos, em que tem que fazer cálculos mais complexos para conhecer esses dados.
  • Negoceia-se como ações – Devido à forma de cálculo, e ao contrário dos fundos de investimento tradicionais, podemos operar como se tratasse de uma ação normal. Ao saber a cotação em tempo real, você pode comprar ou vender em função das suas necessidades. Dito isto, podem comprar-se ou vender-se no dia como se tratasse de uma ação normal.
  • Diversificado – As comissões são mais reduzidos em comparação com os fundos de investimento. Isto é normal, pois se temos em conta que a gestão do ETF é realizada de forma passiva, isto é, o gestor do fundo só tem que se preocupar de replicar o índice da forma mais aproximada possível, e não de operar de outra maneira. Além disso, também sabemos qual é a composição do índice, e desta maneira sabemos como será a diversificação da nossa carteira de investimentos.
  • Investir em ETF é igual a investir no país – Como dissemos anteriormente, cada índice bolsista mostra a evolução de alguns títulos de um país em concreto, e por isso essa evolução pode equivaler à situação económica de um país. Investir em ETFs é de alguma maneira como se estivesse a investir nesse país, o que pode ser o que nos interessa por alguma razão.

Como pode ver, e embora se chamem de fundos de investimento, existem uma série de caraterísticas que os diferenciam dos fundos de investimento tradicionais. Atualmente, existe uma grande variedade de ETFs que replicam os diferentes índices existentes em todo o mundo. Escolher o mais adequado depende da sua situação e expetativas de rentabilidade.